O Melhor Blog de Tecnologia e Entretenimento.

A Hora da Net

Este é um blog de ficção e fantasia. Toda e qualquer semelhança com fatos e/ou nomes reais é mera coincidência. O A Hora da Net não hospeda arquivos, somente indicamos onde se encontra na própria Internet. Eles podem ser baixados apenas para teste. A aquisição desses arquivos pela internet é de única e exclusiva responsabilidade do usuário. Os Administradores e Moderadores não têm responsabilidade alguma sobre os arquivos que o usuário venha a baixar e para que irá utilizá-los. Blog A Hora da Net S.A. Fortaleza-Ceará-Brasil. Todos os direitos reservados. 2009-2016.

Visitantes Online

Pesquisar este blog

Carregando...

+ vistas da semana

Páginas

Quem Curtiu!

Blogger templates

Procura aí

Tecnologia do Blogger.

Contact

Seguidores

Blog Archive

Recent Posts

Me on Flickr

ADD THE SLIDER CODE HERE

A origem da língua inglesa americana

Poucos sabem a quantidade de mudanças que ocorreram com o inglês, o idioma mais falado do mundo, no decorrer de sua história.



Palavras em inglês 
O idioma inglês foi criado nos chamados reinos anglo-saxônicos da Inglaterra e depois se espalhou para o que viria a ser a região sudeste da Escócia, principalmente com a ação influente do reino da Nortúmbria, considerado historicamente como anglo-medieval.
O inglês é a principal língua do mundo e isso aconteceu graças à grande influência do Reino Unido desde o século XVIII. Para se ter uma ideia, literalmente o sol nunca se punha no Império Britânico, pois sua extensão era tanta que sempre era dia em algum de seus territórios pertencentes. O inglês é aprendido como segunda língua em quase todo o planeta e se tornou o idioma oficial da União Europeia, das Nações Unidas e em muitas outras organizações mundiais. A seguir, veremos algumas informações a respeito da propagação e da origem da língua inglesa americana.

A língua inglesa antiga

Dicionário de inglêsConsiderada uma língua germânica ocidental, o inglês antigo teve sua origem a partir de dois dialetos: o anglo-frísio e o saxão antigo, trazidos para a região da Grã-Bretanha por colonos de origem germânica, vindos de várias partes da região que hoje concentra o noroeste alemão, dinamarquês e dos Países Baixos. A população bretã falava a língua celta britânica, que se propagou junto com a influência do latim desde a ocupação do Império Romano. Uma dessas tribos que chegaram à Grã-Bretanha eram os anglos e tanta foi a sua influência que o próprio nome England vem de “Engla Land”, que pode ser traduzido como “Terra dos Anglos”. O inglês antigo foi constituído pela união de diversos dialetos, dando origem ao idioma conhecido hoje, após agregações culturais e invasões de território.

A língua inglesa média

Duas invasões foram responsáveis pelas maiores transformações da história do idioma inglês. A primeira feita por falantes da linha linguística germânica setentrional, que começaram a dominação do norte das Ilhas Britânicas no século VIII. A segunda foi por falantes do chamado normando antigo, uma língua românica. Com a agregação, foi criado então o anglo-normando que passou para anglo-francês. Os dois eventos foram importantíssimos por terem provido ao inglês o chamado alargamento do léxico, que possibilitou incorporação de diversas palavras de outras línguas.

A língua inglesa moderna

Países que falam inglêsMuitos consideram que o pai do inglês moderno seja William Shakespeare, pois suas obras traziam inúmeros neologismos que passaram a fazer parte do vocabulário anglo-saxão. Também houve, na mudança para a língua contemporânea, forte influência da Bíblia King James, datada geralmente de aproximadamente 1550. Com o grande crescimento do Império Britânico, o inglês foi adotado como idioma principal na América do Norte, África, Índia e Austrália e a tendência foi severamente alargada com o despontamento dos Estados Unidos, a grande potência do século XX.
O idioma, como todos, vive constantes adaptações e mudanças. Conhecer a história de uma língua é essencial para compreendermos seu papel na sociedade e quem sabe, intuir algumas futuras adaptações.

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários: